Câmara discute diárias, banheiro público, lixão e o uso de capacete

(Foto): Ewerton Douglas

PILÕEZINHOS (PB) – Nesta quinta-feira (10/08), a Câmara Municipal se reuniu em Sessão Ordinária para deliberar matérias de interesse coletivo. Os trabalhos foram presididos pelo vereador Elisandro Vieira (PMDB).

Na oportunidade, o vereador Paulo Roberto da Silva Lima (PSB) apresentou o Projeto de Lei nº 10/2017 que dispõe sobre a alteração dos artigos 2º e 3º da Lei Municipal nº 87/97 e dá outras providências. A proposta visa extinguir as diárias concedidas a prefeita, vice-prefeita, secretários, adjuntos e assessores. O Projeto de Lei permanecerá em discussão e será votado na próxima Sessão.

O vereador Paulo Roberto ainda requereu que o Poder Executivo envia um Projeto de Lei disciplinando o uso de capacete no âmbito municipal, proibindo a utilização do equipamento auxiliar dos motociclistas.

Paulo Roberto ainda cobrou a retirada do lixão da zona urbana para melhorar a qualidade de vida dos moradores das imediações.

Os vereadores Carlos Alberto (PPS) e José Aldeir (PPS) cobraram a volta do banheiro público e um requerimento com esse objetivo foi aprovado pelo plenário.

O parlamentar José Aldeir solicitou o alargamento da ponte localizada nas imediações Avícola Sivol, que liga o município a Guarabira.

Em tempo, o vereador Carlos Alberto requereu a pavimentação de paralelepípedo da Travessa Manoel Alves de Souza.

O vereador Jaelson Monteiro (PSDB) esclareceu em seu discurso que a extinção de diárias é inconstitucional, por isso, é contra. Ainda pontuou que o uso de capacete é obrigatório pelo Código de Trânsito e traz segurança. Ao final, esclareceu que a remoção do lixão depende de um Consórcio Intermunicipal que ainda está em análise.

Tendo esgotado a pauta, o Presidente declarou encerrada a Sessão.