Preço médio da gasolina sobe na primeira semana do ano

Refueling Car

O preço médio da gasolina para o consumidor final subiu na primeira semana do ano, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (9) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). No ano passado, o preço subiu 9%. O valor médio subiu de R$ 4,099 na última semana de 2017 para R$ 4,151, no décimo aumento consecutivo.

Na mesma semana, a Petrobras diminuiu o preço da gasolina nas refinarias em 0,53%. A medida faz parte da política de preços da empresa, que reajusta os valores quase diariamente com o objetivo de acompanhar as cotações internacionais. O repasse ou não para o consumidor final depende dos postos.

A redução dos preços pela estatal na primeira semana do ano coincide com o recuo das cotações internacionais do petróleo, com redução de 0,5% do Brent, utilizado como referência internacional.

Desde o início da política de reajustes frequentes de preços, em julho do ano passado, o valor médio da gasolina nas bombas acumula alta de 18%. O avanço é menor que a alta acumulada nas refinarias, de 26,28%. Na mesma época em que a Petrobras adotou a nova política de preços, houve aumento de tributos sobre combustíveis.

O preço médio do diesel também encerrou a semana em alta, subindo de R$ 3,326 para R$ 3,356 – avanço de 0,9%. Na mesma semana, a Petrobras reajustou os preços para cima, em 0,27%.

Desde a adoção da nova política de preços da estatal, o preço do diesel acumula alta de 23,13% nas refinarias e de 13% nos postos.

A ANP também levanta a variação semanal do preço médio do etanol, que teve avanço de 1,16% na primeira semana do ano. O valor médio por litro passou de R$ 2,912 para R$ 2,946.

Blog do Galdino/G1